Especialidades Médicas

Conheça as áreas da saúde que atendemos

Profissionais

Conheça a equipe de profissionais que cuidará de sua saúde

Lissa Ddine

Lissa Ddine

Nutricionista

Últimos conteúdos

Seja o primeiro a saber

Calcule seu IMC

Para calcular seu IMC é necessário que você saiba o seu peso (em kilogramas) e a sua altura (em centímetros).

Exemplo de uso:

Peso 64,5 Kg – Digitar 6450 no campo PESO
Altura 1,75 m – Digitar 17500 no campo ALTURA

Digite os valores referentes ao seu peso e sua altura nos campos abaixo e pressione o botão Calcular:

Dúvidas Frequentes

O que deseja saber?

É uma doença universal, crescente, definida como um excesso de tecido adiposo (gordura) no organismo.

Tem sido usado o termo “Globesidade” pelo Editor Chefe da Revista Obesity Surgery, Dr. Deitel, por afetar pessoas do mundo todo, sendo caracterizada, nos dias de hoje, como uma verdadeira epidemia.

É importante salientar o termo “doença” pois, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a obesidade não é um problema estético. Na verdade, doenças como Diabetes, Pressão alta, Infarto Agudo do Miocárdio e muitas outras, diminuem a qualidade e a quantidade de vida.

Embora existam algumas doenças genéticas, alguns medicamentos e certos distúrbios endócrinos (glândulas), que possam causar obesidade, estes são responsáveis por menos de 2% dos casos de obesidade. Assim, os principais motivos que levam uma pessoa ao aumento de peso são:

  • Vida sedentária – todos nós sabemos a dificuldade que temos em praticar exercícios – geralmente não “achamos” tempo;
  • Alimentação: álcool x gorduras x açúcares – muito cuidado com os chamados “fast food” – são ricos em calorias;
  • Fatores Psicológicos, principalmente a Ansiedade;
  • Tendência Genética.

A Obesidade mais difícil de ser tratada é aquela adquirida na infância. Por isso, nós, pais, devemos ter muito cuidado em manter uma alimentação equilibrada para nossos pequenos. Evitar as expressões “come mais um pouquinho”, “só mais esse pratinho”, etc. A criança sabe melhor do que os adultos quando deve parar de comer.

Sim, um dos tratamentos é a cirurgia bariátrica. Você vai encontrar mais informações neste site, recomendamos começar clicando aqui.

Devemos partir do princípio que toda cirurgia tem seus riscos, principalmente em se tratando de pacientes obesos. O certo, porém, é que se prepararmos bem o paciente, a possibilidade de ocorrerem complicações sérias ou até mesmo o óbito (menos de 1%), é muito pequena.

Estatisticamente está provado que a possibilidade de um paciente vir a morrer da cirurgia, é muito menor do que quando ele permanece obeso.

Os riscos aumentam com a idade, com a presença de doenças associadas e com o grau de obesidade.

Todos as possibilidades de complicações tais como fístulas, infecções, hérnias, pneumonias, etc… são exaustivamente explicadas para o paciente e seus familiares. O paciente não deve ser levado à cirurgia se estiver com dúvidas e/ou não estiver ciente de tudo que lhe pode acontecer.

É fornecido um material informativo alertando para todas as possibilidades. É semelhante a uma bula de remédio. Tudo que pode acontecer está escrito e o paciente deve estar ciente.

Convênios

Receba nosso conteúdo por e-mail

Dicas, novidades e informações sobre Cirurgia Bariátrica